106

10 MANEIRAS DE DOMAR O SEU TEMPERAMENTO

Controlar nosso temperamento nem sempre é fácil.  Estas dicas vão te ajudar.

Você fica furioso quando alguém lhe fecha no trânsito? A sua pressão arterial vai até o telhado quando seu filho teima com alguma coisa? A raiva é uma emoção normal e “até saudável”, desde que você aprenda a lidar com isso de uma forma positiva.

A raiva descontrolada normalmente leva você a se sentir um miserável quando afeta negativamente as relações com a família, amigos, colegas de trabalho ou até mesmo completos estranhos.
No momento em que nossas explosões, raivas ou frustrações, estão ficando incontroláveis é hora de aprender algumas habilidades para segurar estes impulsos.
 
Aqui estão algumas dicas do programa de “gerenciamento de raiva” usado por profissionais do sistema judicial americano e que segundo as estatísticas do governo vem tendo eficácia comprovada.
 
10 dicas para ajudar a obter a sua raiva sob controle:
1. Conte até 10: Embora possa parecer clichê, contar até 10 antes de reagir realmente pode desarmar o seu temperamento.
2. Fique longe: Faça um esforço para se manter longe da pessoa ou da situação que irrita você, até a sensação diminuir um pouco.
3. Quando estiver calmo, expressar sua raiva. Se você conseguir explicar o que esta sentindo, é saudável expressar sua frustração de uma maneira sem confrontação. Saiba porem que o outro lado pode não concordar. A vantagem aqui é que você não engole o sapo inteiro e não perde a razão.
4. Faça algum exercício físico. A atividade física pode proporcionar uma válvula de escape para suas emoções, especialmente se você estiver prestes a entrar em erupção.
5. Pense bem antes de dizer qualquer coisa. Caso contrário, você provavelmente vai dizer alguma coisa da qual vai se arrepender. Pode ser útil anotar o que você quer dizer então, quando estiver sobre controle, dizer o que esta pensando de forma organizada. Pense que no meio da raiva você vai esquecer alguma coisa e fique quieto.
6.Identificar soluções para a situação. Em vez de focalizar o que fez você louco, a atitude da pessoa que irritou você, se concentre em achar jeitos e formas de evitar que isso possa acontecer novamente.
7. Use afirmações na primeira pessoa para descrever o problema. Isso ajudará a evitar criticas e ninguém se sentira culpado, nem produzir raiva ou ressentimento nos outros. Tente por exemplo dizer na próxima vez: “Eu estou preocupado que você não ajude nas tarefas domésticas hoje à noite, “em vez de “Você deveria ter ajudado na limpeza da casa hoje”.
8. Não guardar rancor. Se você consegue perdoar a outra pessoa, isto ira ajudá-lo. Não é realista esperar que todos se comportem exatamente como você deseja.
9. Use o humor para liberar as tensões. Rir pode ajudar a tensão difusa. Porem não use sarcasmo – ele pode ferir sentimentos e piorar as coisas.
10. Relaxamento habilidades práticas. Aprender habilidades para relaxar e se livrar do stress. Estas coisas simples podem ajudar a controlar seu temperamento quando estiver prestes a explodir aprenda a fazer respiração profunda, visualize uma cena relaxante, ou repetir uma frase como “Vá com calma”.

A raiva e a irritabilidade podem ser sinais de uma condição de saúde mental subjacente, tais como depressão ou transtorno bipolar. Se os sintomas não melhorarem ou se tiver sinais ou sintomas de ansiedade ou depressão, consultar um profissional de saúde mental para ajudar.

REFERÊNCIAS:
Controlando a raiva – antes que ela te controle. American Psychological Association. http://www.apa.org . Acessado em 27 de maio de 2009.
Barbara Woodward Centro de Educação. Compreender a raiva. Rochester , Minnesota : Fundação Mayo para Educação Médica e Pesquisa , 2004.
Scott CL , et al. Abordagens psicoterápicas para o tratamento de agressão crônica. In: Hales RE , et al. A American Psychiatric Publishing Textbook of Psychiatry. 5 ed. Washington , DC: American Psychiatric Publishing , 2008. http://www.psychiatryonline.com/content.aspx?aID=319794&searchStr=aggressive+behavior . Acessado em 27 de maio de 2009.
 

This Post Has 2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *