CERVEJA PODE NÃO SER VEGANA?

Muitos “veganos” tomam cerveja sem nenhuma preocupação, mas podem estar ingerindo um clareador a base de vísceras dos peixes.

Por incrível que pareça, pode.

Isso significa que algumas marcas utilizam uma substância de origem animal no processo de fabricação das suas bebidas, além dos ingredientes básicos –grãos maltados, água, lúpulo e levedura.

Estamos falando do isinglass (ou “cola de peixe”), cuja função é clarear algumas cervejas do tipo ale enquanto estão acondicionadas em um tonel.

A substância é utilizada há tempos na indústria alimentícia, de modo semelhante à gelatina – enquanto a gelatina é derivada de colágeno animal, o isinglass vem da vesícula do peixe.

De acordo com o site Vista-se, a famosa cerveja irlandesa Guiness usa esse método de clarificação, considerado “arcaico”.

O site Barnivore disponibiliza uma lista de cervejas, vinhos e licores e aponta se as bebidas são ou não veganas.

Não há produtos do Brasil listados no site.

Fonte:  Livro “Vamos falar de cerveja: um guia completo”, de Melissa Cole. Editora Marco Zero, 2012.
09/05/2013 – Ideias Verdes
Lydia Cintra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *