Coração

COM O CORAÇÃO NAS MÃOS – A MEDICINA E O HÁBITO

COM O CORAÇÃO NAS MÃOS
A MEDICINA E O HÁBITO
Além de manter hábitos saudáveis é bom que você saiba que a medicina tem boas “mãos” pra cuidar do seu coração. 
 Ao mesmo tempo em que enfatiza a prevenção, a medicina avança no tratamento das pessoas que sofrem um ataque cardíaco.
Um infartado que consegue ser atendido em um pronto-socorro até seis horas depois da crise tem 95% de chance de sobreviver.
No campo das cirurgias de desobstrução de artérias e implantação de pontes de safena e mamária, as conquistas foram enormes nos últimos vinte anos.
Na década de 70, de cada dez operados apenas dois continuavam vivos passados um ano da realização da cirurgia. Hoje, esse número situa-se na casa dos 90%. Mas é sempre bom ter em mente o lado negativo de tais estatísticas.
Para todos os cardiologistas é uma grande luta convencer seus pacientes a se alimentarem melhor, desenvolvendo hábitos que cuidem do coração ao invés de agredi-lo tanto.
Todos os profissionais de saúde também se esforçam para que seus pacientes aceitem “se esforçar” um pouco na pratica de exercícios moderados e constantes.
De fato, todos já sabem que, comer bem, fazer exercícios, descansar adequadamente e manter investigadas, diagnosticadas e monitoradas suas condições físicas são fundamentais para boa saúde do coração, mas há uma grande resistência em adquirir estes hábitos.
Nosso esforço é para ajudar a “todos que desejarem” a migrar de hábitos e estabelecerem um conjunto de condições que sejam mais favoráveis ao seu bem estar.
Fonte Fonte: VEJA Sua Saúde – 28/3/2001.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *