Nutrição

NUTRIÇÃO

Hipocrates, o pai da medicina, já dizia:

“Faça do seu alimento o seu melhor remédio”

A Bíblia Sagrada também apresenta uma orientação sobre dietas em Genesis 1:29 e mostra que a receita de Deus para o homem consistia de frutas, vegetais, grãos e nozes (Usaremos o termo “nozes” nesta série de temas significando amêndoas, castanhas, avelãs, castanhas de caju e do Pará, etc.). Somente mais tarde, segundo o relato bíblico, após o dilúvio, foi liberado o consumo de carnes.

 Os estudos científicos recentes e as orientações Bíblicas se encontram neste ponto:

A dieta básica original dada por Deus aos seres humanos ainda é a mais saudável. Muitas doenças podem ser prevenidas e frequentemente revertidas, através da redução da ingestão de alimentos refinados e o incremento da ingestão de alimentos no seu estado natural e sem aditivos.

COMA COM PRAZER. Alimentos devem ser preparados de forma atrativa e saborosa. Sua dieta deve variar ao máximo todos os dias para que você tenha mais chances de obter os nutrientes que precisa e ter boa saúde.

AS PROTEÍNAS podem ser obtidas de muitas fontes além das carnes.

Ervilhas e feijões são excelentes fontes de proteínas e ficam melhores ainda quando acompanhados de algum cereal integral como o arroz integral, trigo integral, aveia ou milho.

As nozes são também ricas em proteína, mas deveriam ser usadas em menor quantidade devido ao alto teor de gordura.

Vegetais como os brócolis e as batatas também contêm proteína e, de quebra, são ricos em vitaminas e minerais.

Existem muitos mitos a respeito da proteína. A maioria das pessoas consome muito mais proteínas do que precisa. Um grande problema deste excesso é a sobrecarga nos rins e a possibilidade de doença renal.

OS CARBOIDRATOS são alimentos energéticos. É melhor, entretanto, limitar o consumo de carboidratos simples (açúcar comum) encontrados na maioria das sobremesas, biscoitos, refrigerantes e cereais adoçados. Boas fontes de carboidratos estão nas batatas, arroz integral, pães integrais e cereais integrais em flocos.

Procure LIMITAR O CONSUMO DE GORDURAS, e se você for esperto deve ficar longe de banha de porco, manteiga, peixe, carne vermelha, carne de aves, margarina, frituras, cremes, maionese e queijos que contêm gorduras saturadas.

Isto é “venenoso” pra você! Se tiver curiosidade, da uma olhada no que esta escrito no capitulo 3 de Leviticos. Eu tenho certeza que isso vai te impressionar.

As gorduras encontradas no reino vegetal como em abacates, azeitonas, sementes e nozes são mais saudáveis e é só você usar com moderação.

Se você usar laticínios, escolha os sem gordura.

AS FIBRAS são “esponjas” que limpam nossos corpos e ajudam a manter nosso sistema digestivo funcionando bem.

Frutas frescas, vegetais, nozes e grãos integrais são ricos em fibras.

Carnes, produtos do leite e alimentos refinados não contêm fibras e tendem a obstruir o sistema digestivo, causando doenças.

Pesquisas têm revelado que uma dieta alta em fibras diminui o risco de muitas formas de câncer.

O SÓDIO – sal de cozinha – Excesso de sal produz pressão arterial alta e doença cardíaca. Preste atenção à quantidade de sódio que você ingere e limite seu uso na sua dieta.

O maior problema do sódio é que ele está escondido em muitos alimentos do seu uso constante, como carnes, picles, enlatados, produtos feitos com bicarbonato de sódio, e mesmo em certos cereais usados para o desjejum.

O QUE EU DEVERIA COMER?

Se eu fosse você abusaria de frutas e verduras… E eu sei que você já sabe o quanto isto pode te fazer bem.

Você também já ouviu e deve começar a usar grãos integrais no lugar daqueles alimentos refinados que perdem toda a fibra, vitaminas e minerais.

Grãos integrais, frutas e verduras também ajudam a prevenir o comer demais e a obesidade porque satisfazem mais com menos quantidade.

Não se esqueça de incluir legumes e nozes em sua dieta diária.

O desjejum (café da manhã) é a refeição mais importante do dia! Um forte desjejum deveria conter a maior quantidade de calorias de qualquer outra refeição. Escolha os alimentos ricos em proteína e carboidratos complexos. Não se esqueça das frutas.

Tente comer um bom almoço cerca de cinco horas após o desjejum e um lanche leve à noitinha, evitando “beliscar” entre as refeições. Isto lhe dará a energia que você precisa para o dia e um bom descanso à noite.

Beba bastante água nos intervalos.

 

Fonte: Wildwood Lifestyle Center and Hospital series.
Traduzido e adaptado por Dr. Cesar Vasconcellos de Souza www.portalnatural.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *