Raclete Salgada 03

RACLETE SALGADO DE CHAMPIGNON, MINI-MILHO E TOMATE.

Torta rústica e vegan… Sem nenhum ingrediente animal. Mordida gostosa, crocante com sabor surpreendente.

RACLETE SALGADO DE CHAMPIGNON, MINI-MILHO E TOMATE

Ingredientes da massa:

• 1 xícara e meia de farinha de trigo integral

• Meia xícara de farinha branca

• 1 xícara de farinha de aveia

• 1 colher de chá de sal

• 2/3 de xícara de óleo de canola

• Quase uma xícara de água gelada

 

Ingredientes do recheio:

• 3 colheres de sopa de maionese de soja (pegue sua receita aqui)

• 1 xícara de champignon picado

• 1 xícara de mini milho picado

• 1 tomate fatiado

 

Modo de preparo:

Junte todos os ingredientes de massa no processador, menos a água gelada.

Comece a processar e vá juntando a água aos poucos.

Vá processando e observando sua massa. No principio ela ficará farelenta, depois começara a encorpar até virar uma bola de massa homogênea.

Neste ponto ela estará descolando do fundo do processador e você perceberá que ela não gruda nas mãos.

Tire a massa e deixe descansar enquanto você prepara o recheio.

 

Montando a Raclete:

Abra a massa com aproximadamente meio centímetro de espessura.

Coloque o recheio generosamente bem no centro desta massa aberta, mas não deixe o recheio chegar perto das bordas. Reserve uma distancia de pelo menos 3 centímetros de todos os lados da borda.

O recheio deve ficar volumoso, com no mínimo 2 centímetros de altura.

Feche a Raclete como quem dobra a massa desordenadamente. A maior parte do recheio vai ficar amostra no centro. Apenas as laterais vão ficar cobertas.

Leve ao forno e asse até a massa estar dourada e o recheio aparentar estar seco.

Sirva quente. Corte como pedaços de pizzas. É uma delicia.

raclete salgada ok raclete salgada 02 .jpeg raclete salgada 01 raclete salgada 03

 

 

This Post Has 3 Comments

  1. Olá, Ricardo! Fiz o seu curso nas terças feiras de março, na igreja adventista de cotia. Foi muito bom! Tenho feito as receitas. Gostaria de saber se você tem receitas para o lanche da minha filha. Ela tem 5 anos e precisa comer lanches mais nutritivos. Desde já agradeço.

  2. Olá,
    A receita é deliciosa!!Mas por favor verifique antes de recomendar o óleo de canola, ele é o pior óleo , nínguem nunca pesquisou sobre ele, não é um óleo natural!!! É quimico!!Por favor pesquise!!

  3. Boa tarde. Estou escrevendo de Portugal. Fiquei impressionada vendo que na receita falavam em óleo de canola! Ouvi um conceituado cardiologista brasileiro falar tão mal deste óleo, como pois estão a utilizá-lo aqui? Ou estarei eu confundida? Por favor me esclareçam…..aqui em casa usamos bom azeite extra virgem português e muito pouco. Obrigada e desculpem se sou eu que estou tão enganada. Cumprimentos, Mª José

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *